Recife Histórica: uma homenagem (parte 1)

Recife Histórica: Hotel Boa Viagem

Recife é uma cidade bonita desde sempre. Poderia estar mais conservada, sem dúvida, mas apesar disso ela reserva belezas naturais e históricas singulares.

Além do que, é uma cidade que acolhe muito bem tanto aqueles que vêm por cá passear, quanto aqueles que vêm de outras cidades, outros países, para cá residir.

Uma maneira que encontramos de homenagearmos essa cidade e seu povo que tão bem nos acolheu foi pedir à nossa agência de comunicação que fizesse uma breve pesquisa sobre fotos históricas do Recife, na Internet mesmo, para poder com os visitantes de nosso site imagens belas e no mínimo curiosas do de antigamente Recife.

Dessa maneira, vamos compartilhar periodiocamente essas preciosidades. Para vocês: Boa Viagem!

 

Vinho Garbatello Rosato

Harmonize sua pizza com um bom Vinho Italiano Garbatello Rosato. Tipo: Rosé 750ml, Região: Piemonte, Uva(s): Várias, Graduação alcoólica: 11% , Notas de Prova: Vinho com bonita cor salmão. Mostra buquê floral e notas frutadas com boa persistência e leveza no paladar. Harmonização ideal com aperitivos e Pizzas de sabores delicados como a Stracciacella.

Como deve ser a Pizza segundo Itália

Como deve ser a Pizza segundo Itália

Antonio Pace fundou em 1982 a  Associação da Verdadeira Pizza Napolitana para cultivar a culinária e a tradição da pizza napolitana e estabelecer um padrão para que as inovações – aplicações naturais de toda a humanidade – não evitassem que as futuras gerações pudessem conhecer as principais características das primeiras pizzas.

De acordo com as regras da associação, a Verace Pizza Napolitana deve ser preparada somente com farinha, fermento natural ou levedura de cerveja, água e sal. Depois, deve ser manipulada  somente com as mãos. Após o “descanso da massa”, deve  ser esticada manualmente e assar em um forno a lenha a 485°C.

Apesar de ainda não fazer parte da Associação da Verdadeira Pizza Italiana, a Vesúvio procura seguir os seus preceitos para oferecer ao nossos amigos e clientes a melhor das degustações, como se in Napoli estivéssemos.

Dentro desse escopo, buscamos sempre pesquisar – e se possível provar – algumas das delícias fabricadas na Itália e dividir com vocês algumas dessas obras-primas da Pizza Italiana.

 

Memórias da Vesúvio: Matéria no Jornal do Comércio de 2015

Sem memórias, sem história. Esse é um pensamento antigo e factual que todos conhecemos. Um povo, uma família, um comércio que não cultiva sua memória se perde no turbilhão do tempo , ainda mais no ritmo frenético das informações que se sucedem atualmente.

Em 2015 o Jornal do Comércio de Pernambuco publicou uma pequena matéria que fez uma ótima referência à nossa Pizzaria. Havíamos acabado de abrir, fomos visitados por um repórter, (Bruno Albertim assina a matéria, mas naquele momento visitou-nos incógnito) e ficamos muito felizes ao ver que o trabalho iniciado tão recentemente já era reconhecido. Compartilhamos com vocês abaixo:

“Italianos verdadeiros na Zona Sul

Il Pastifício e Pizzeria Vesúvio honram as tradições culinárias da Itália

Bruno Albertim

Água, farinha de trigo e, eventualmente, ovos. É muito, muito elementar e realmente intrigante: como uma equação tão básica pode sustentar toda a cultura italiana de mesa há pelo menos cinco séculos desde que as massas secas saíram da Sicília até se encontrarem com as frescas mais tradicionais no norte do País e, pouco a pouco, invadirem o Ocidente? De simples, a equação só tem a aparência.

Há um momento de absoluta perícia e sensualidade tátil na feitura de uma massa. Quando o perfume do glúten solto pelo movimento das mãos deixa a textura incrivelmente brilhante, flexível e pronta para ganhar formas e tradições. Confirmando a onda de restaurantes italianos comandados por italianos na cidade, dois novos endereços da Zona Sul honram a excelência da equação.

Nas imediações da Pracinha de Boa Viagem, o casal Giovanna e Paolo Cacitti; ela de Roma, ele, da Sicília; exaltam a comida da nonna. Depois de mais de uma década trabalhando 36 horas por dia, arrendaram a pousada que mantinham em Porto de Galinhas e abriram o IL Patificio. A casa foi pensada como uma loja para se levar massas frescas e antepastos pra casa, mas logo a clientela exigiu mesas para se servir ali. Bem íntegro e acetinado, o espaguete é um primor, leve, feito com farinha de grano duro. “Ingrediente é fundamental”, lembra ele.

O ragu é lindamente cozido por quatro horas. Com recheios pronunciados (fungui italiano, ricota e espinafre ou uma mistura de abóbora e biscoito amareto típica de Cremona), os raviólis são poeticamente artesanais. Cada prato custa em média R$ 34,90***. Há também carnes, e nenhum risoto, no cardápio. A loja/restaurante conta com ricota e muçarela fresquíssimos, e até farinha pra se fazer pasta em casa. Entre os antepastos, o vitelo tonato é raro por aqui e surpreende: com maionese artesanal e alcaparra no tempero, a carne tenra tem sabor que em tudo remete a atum (tono, em italiano).

É de Giovana, a responsabilidade nos doces: além do mascarpone verdadeiro no tiramisu, há uma torta de pêras ao vinho com recheio de bavaroise, quase etéreo, que beira o sublime – mesmo para quem, como este crítico, não tem hábito de doces. A mesa, definitivamente, é a vocação deste casal.

Ali perto, em Setúbal, o napolitano Massimiliano Serino mantém há pouco mais de um ano a Pizzeria Vesúvio. Numa rua pacata, móveis e ambientes franciscanos, de tão simples, seria apenas uma típica pizzaria de bairro onde os vizinhos vão de chinelão no pé. Mas basta ver o rapaz abrir com destreza napolitana uma pizza no balcão diante do forno para parceber que temos ali um perfeito extrato de Napoli. “Na Itália, o molho e a masssa são o mais importante. Aqui, temos que colocar mais recheio”, diz ele, que deixa a massa fermentar, classicamente, por até dez horas e mantém o ar nas bordas. Artesanal, o tagliatelle, como fungui, sugo ou a matriciana, é também de enternecer. Os preços das pizzas, grandes, variam entre entre entre R$ 21 e R$ 38 ***.

*** Nota: esses eram os preços na época, em 2015.

Graças a Deus estamos aqui, em 2018, para compartilhar com vocês esses momentos. O “Il Pastifício” também está lá, com muita qualidade e sabor. Quem quiser conhecê-lo basta visitar www.ilpastificio.com.br.

E nós estamos aqui, “servindo bem para servir sempre”, como diziam os saquinhos de papel das antigas padarias.

Se quiser conhecer a notícia original, basta clicar aqui.

 

Pizza Boa Viagem

Pizza em Boa Viagem, Recife, Zona Sul, com sotaque forte e tipicamente Italiano é sinônimo da Pizzaria Vesúvio.

Nossos amigos e clientes sabem que a receita de nossa pizza nasceu em Napoli, com os anos de experiência do Mestre Pizzaioli Massimo e todos sabem que em Boa Viagem  nossas Pizzas com massas, texturas e sabores inigualáveis são de degustação imperdível para  quem visita o Recife, seja para quem mora.
A Pizzaria Vesúvio serve Pizzas Italianas em nosso salão ou entrega em Boa Viagem  e arredores.
Abaixo, destacamos alguns momentos mágicos de nossa Fornearia que fazem toda a diferença para a qualidade máxima de nossa pizza: desde as bolas de massa, sovadas metodicamente, passando pela abertura e expansão, chegando ao Vesúvio, nosso forno que trabalha em altíssimas temperaturas para assar a pizza no ponto ideal.  Quando quiser nos visitar, venha até a Rua  Almirante Tamandaré, 259, Boa Viagem, Recife. Se preferir pedir um “delivery”, basta conferir o cardápio no menu à esquerda, aqui mesmo no site  e depois fazer seu pedido pelos vários telefones à sua disposição: (81) 3097-6060 (fixo),  celulares TIM (81) 9 9832-5292; VIVO (81) 9 8198-7126; Claro (81) 9 9386-8316 e OI (81) 9 8369-9608. Nosso e-mail é o atendimento@pizzavesuvio.com.br

Obrigado por sua visita!

Pizza pode te ajudar a emagrecer

Os famosos dias livres para quem está de dieta podem fazer um efeito muito benéfico no humor de quem está fazendo um regiminho, mas adora uma boa pizza.
Segundo matéria da Revista Boa Forma, em uma pesquisa com participantes que praticavam uma dieta de 10500 calorias semanais (redução para qualquer um ficar de mau-humor), aqueles que foram autorizados a inserir o “dia livre” em sua semana, obtiveram resultados mais favoráveis porque a alegria gerada pelo “presente” ajudou a superar os obstáculos.
Com isso, nós que adoramos Pizza, podemos utilizar esse dia livre para nos deliciarmos com algumas calorias a mais!

Quer saber mais? visite a matéria original em https://boaforma.abril.com.br/dieta/pizza-pode-te-ajudar-a-emagrecer-diz-pesquisa/

Seleção 2018 na Pizzaria Vesúvio

Seleção de novos talentos 2018

A Pizzeria Vesúvio é um estabelecimento pequeno com um planejamento de crescimento bem agressivo para 2018.
Mas para poder crescer, precisamos de profissionais motivados, parceiros, que desejem trabalhar com afinco para crescer junto conosco.
Não é fácil trabalhar em uma Pizzaria: trabalha-se à noite, trabalha-se aos sábados e aos domingos. É preciso programar as folgas dentro da escala de serviço.
O dia-a-dia (ou noite-a-noite, se preferirem) é muito agitado: é necessário ter uma cabeça ágil, estar atento a todos os detalhes, gostar muito de trabalhar no ramo de alimentação e adorar servir bem a um público familiar e diversificado.

As carreiras na Vesúvio

A Pizzeria Vesúvio possui o PADI (programa de acompanhamento de desempenho individual), cujas medições são feitas diariamente pelos gerentes e trimestralmente por meio de avaliações formais.

O colaborador é considerado preparado para assumir outros postos de hierarquia mais elevada quando cumpre com mérito o Cronograma de Treinamentos. Todas as atividades da Pizzeria Vesúvio são normatizadas em padrões através de manuais que são disponibilizados para todos os funcionários de acordo com a função exercida, a fim de que o Cliente tenha o mesmo nível de satisfação ao ser servido em qualquer Unidade.  A empresa normatiza todos os seus padrões e procedimentos.

Ao mesmo tempo, o PADI permite verificar deficiências no trabalho de cada colaborador e disponibiliza mecanismos para saneá-las. O PADI inclui o Plano de Treinamento Individual, o Plano de Treinamento em Grupo, o Plano de Objetivos em Funções e o Plano de Gerenciamento de Crises.

A Vesúvio oferece registro em carteira regulamentar, descanso semanal remunerado, treinamento especializado e outras atividades e benefícios.

A Carreira de Pizzaiolo

O Pizzaiolo é de fundamental importância na Pizzaria. Na Vesúvio, a carreira de Pizzaiolo começa na função de Auxiliar de Pizzaiolo e evolui na seguência para Assistente de Pizzaiolo, Pizzaiolo Júnior, Pizzaiolo Senior e Pizzaiolo Master.

Para cada uma dessas funções são necessários determinados conhecimentos e tempo de serviço dentro da carreira, além disso é necessário que a função para a qual o colaborador esteja habilitado também esteja vaga em sua unidade.

Normalmente, o início da carreira se dá na função de auxiliar de pizzaiolo, mas dependendo do resultado do candidato nos testes de admissão, é possível adentrar já em uma função mais elevada hierarquicamente.

Para a função de auxiliar de pizzaiolo não é exigida experiência anterior, mas é necessário ser maior de 18 anos; se do sexo masculino, ter ensino médio completo, ter sido dispensado ou já ter cumprido o serviço militar e ser aprovado nos testes de admissão os quais consistirão, basicamente, se três fases:

  • Entrevista pessoal;
  • Teste de aptidão em fornearia;
  • Teste de aptidão no trabalho em grupo.

Seleção Fevereiro de 2018 para Auxiliar de Pizzaiolo e Assistente de Pizzaiolo

Campanha Escalada FreeHand é difícil? Ser Pizzaiolo é muito mais!

Período de inscrição: de 01 de Fevereiro a 10 de fevereiro

Inscrição:
Enviar um email para atendimento@pizzavesuvio.com.br  explicando porque deseja seguir a carreira de Pizzaiolo na Vesúvio, colocar nome completo e telefone de contato.
Após análise do e-mail, a Vesúvio entrará em contato por e-mail ou telefone para agendamento de entrevista: esteja atento!

 

 

Forno à Lenha faz diferença?

Segundo matéria da Revista Superinteressante de 31/10/2016, faz toda a diferença, pois cada madeira deixa seu toque aromático na massa. Além disso, a temperatura em um forno à lenha atinge os 500° C, contra 300ºC de um forno convencional.

Veja a seguir a matéria completa, pequena, mas bastante interessante:

“No forno a lenha, a madeira em combustão exala vapores aromáticos que se impregnam na pizza – em outras palavras, a pizza fica levemente defumada. Em comparação com os fornos caseiros a gás, a lenha tem uma vantagem adicional: a temperatura. “Enquanto o forno da sua casa fica em torno dos 300 graus, com a lenha obtemos uma temperatura constante de 550 graus”, diz o pizzaiolo Hamilton Mellão Jr., da pizzaria I Vitelloni, em São Paulo. Assada mais rapidamente, a massa fica crocante por fora e macia por dentro. No entanto, é possível reproduzir ou até superar essa temperatura em equipamentos profissionais que não usam madeira. “Há fornos elétricos ou a gás que atingem temperaturas de até mil graus. O que importa é o que sai na fumaça. Diferentes tipos de lenha fazem pizzas com gostos diferentes”, afirma o físico Leandro Tessler, da Universidade Estadual de Campinas.

“No Brasil, o que mais se usa é eucalipto de reflorestamento, enquanto na Itália o normal é aproveitar galhos de carvalho que caem das árvores. O gosto certamente muda”, diz Mellão Jr. Qual delas seria a melhor? Para Mellão, a italiana. “O carvalho é usado em barris para envelhecer uísque e conhaque. Precisa dizer mais?”

Fonte: Revista Superinteressante, em 30 set 2003, 22h00.

Veja quantas calorias tem seu pedaço de pizza

Calorias da Pizza – Tipos, Porções e Dicas

Muita gente se pergunta se é possível comer pizza sem engordar e atualmente já sabemos sim, basta comer esse delicioso prato italiano com moderação.Veja, por exemplo, a matéria sobre “a Dieta da Pizza”.
Afinal, qualquer boa comida deve ser apreciada com calma para que se possa realmente conhecer cada detalhe de seu sabor: seja uma pizza, seja uma massa, seja um assado ou uma sobremesa deslumbrante, deve-se comer devagar utilizando os sentidos da visão, do olfato e do paladar para que cada experiência gastronômica seja única.
Mesmo a frugal combinação do pão com manteiga acompanhado de café-com-leite, se desfrutada devagar e com os sentidos aguçados, torna-se uma refeição digna de lembranças muito felizes.
Independente das preferências gastronômicas de cada um, é sabido que todo ser humano precisa combinar a quantidade de calorias ingerida por dia – e a qualidade, logicamente – com uma rotina de “mente sã em corpo são”, ou seja, mesclar atividades físicas com intelectuais para que possamos ter um corpo bem cuidado por uma mente perspicaz.
Dessa maneira, para ter sempre uma bela Pizza incluída em seu cardápio, é preciso também ter cuidado com as calorias que cada pedaço representa. Pensando nisso, a Pizzeria Vesúvio fez uma pequena pesquisa sobre caloria e Pizzas, encontrando a boa matéria do renomado site “Mundo Boa Forma”, matéria sobre a qual compartilhamos os trechos que consideramos mais importantes aqui: boa leitura!

“Se existe alguém que não gosta de pizza, essa pessoa provavelmente não vive em nosso planeta, não é mesmo? Afinal de contas, a pizza reúne os alimentos favoritos da humanidade: queijo, massa, carne e uma outra infinidade de recheios apetitosos.
Sempre que pensamos na pizza pensamos em um alimento calórico e pouco saudável, que deve ser praticamente abolido do cardápio de quem está fazendo dieta para emagrecer. Embora a pizza não seja exatamente um alimento light, a boa notícia é que é possível comer pizza sem engordar, não sendo preciso cortar o alimento para sempre do cardápio.

Além das calorias da pizza em seus tipos mais consumidos, vamos conhecer também algumas dicas para saborear uma deliciosa pizza sem precisar ficar com peso na consciência.
Pizza engorda?
A verdade exata é que não existem alimentos que engordam, pois tudo irá depender do saldo final de calorias que você consome ao longo de um dia. Se você consumiu a mesma quantidade de energia que gastou, seu peso não irá aumentar. Agora, se você consumiu mais calorias do que seu metabolismo utilizou para realizar suas funções, você vai engordar.

Portanto, se você gosta de pizza e não quer riscá-la da sua dieta, a dica principal (além de consumir com moderação) é prestar atenção no seu consumo de calorias ao longo do dia e ver se ao chegar a noite você já não ultrapassou sua cota diária.

Um exemplo prático: entre seu metabolismo basal e os exercícios que você fez, você queimou 1700 calorias em um determinado dia. Somando as calorias do café-da-manhã, do lanche da manhã, do almoço e do lanche da tarde, você já consumiu 1500 calorias antes do jantar. Você decide então pedir uma pizza, e muito provavelmente não vai comer somente um pedaço com 200 calorias. Você come dois ou três, e ainda toma um copo de suco “natural”, que contém pelo menos 100 calorias.

Resultado: você acabou consumindo mais de 2.000 calorias ao longo do dia, e na manhã seguinte a balança acusa o estrago. E quem leva a culpa? Sim, a pizza.

É por esse motivo que muitas pessoas acreditam que tudo o que comem à noite engorda, quando na verdade o que ocorre é exatamente a mesma situação acima: a soma de calorias extrapola aquilo que o organismo tem a capacidade de queimar e o excedente acaba sendo estocado como gordura. Se você tivesse chegado à pizzaria tendo consumido somente 1.000 calorias ao longo do dia, poderia comer tranquilamente duas fatias, que seu peso não iria se alterar no dia seguinte.

Portanto, agora você já sabe: a pizza não engorda desde que se encaixe no seu gasto energético e seja consumida com moderação. Se você já sabe que vai sair para comer pizza à noite, coma menos durante o dia, privilegiando alimentos pouco calóricos, como verduras e legumes. E, ao chegar na pizzaria, peça as pizzas mais leves, sem borda recheada e sem coberturas calóricas.

E quais são as calorias da pizza?

Além dos ingredientes da cobertura, o tipo e a espessura da massa são os fatores que irão determinar a quantidade de calorias da pizza. Os sabores de pizza que levam verduras e legumes tendem a ser menos calóricos, embora essa não seja uma regra: a pizza pode até levar rúcula, mas se for acompanhada de mussarela e tomate seco, as calorias ultrapassam aquelas da pizza de pepperoni (que contém 320 kcal por fatia).

Veja as calorias dos principais componentes da pizza:

– Massa

Apesar de ser vista como a grande vilã responsável pela maior parte das calorias da pizza, a massa de uma fatia média tem, aproximadamente, 130 kcal. Esse valor, no entanto, sobe para 280 kcal somente com a adição de mussarela, sem levarmos em consideração os demais ingredientes da cobertura.

– Molho

Além do tomate ser pouco calórico, a quantidade de molho em cada fatia de pizza é muito pequena para fazer diferença na contagem total de calorias da pizza.

– Cobertura

Chegamos até aqui com aproximadamente 135 calorias entre massa e molho, mas esse valor pode subir consideravelmente dependendo do recheio escolhido. Opções como calabresa, diferentes tipos de queijo e presunto costumam ser ricas em gordura e bastante calóricas. Somente o recheio de uma fatia de pizza de calabresa sem queijo tem em torno de 240 calorias.

Já a cobertura de uma única fatia de pizza quatro queijos chega a ter espantosas 290 calorias. Somadas às calorias da massa, temos que uma única fatia de pizza quatro queijos passa das 400 calorias.

É por esse motivo que de nada adianta deixar de comer as bordas (sem recheio) da massa na tentativa de diminuir as calorias: você provavelmente acabará comendo mais pedaços e as calorias do recheio são bem maiores que as calorias da massa. O segredo é escolher as coberturas com ingredientes mais leves, e evitar combinar muitos ingredientes em uma única pizza.

Porções

Atualmente, uma parte das pizzarias oferece somente pizzas de tamanho pequeno e grande, e quando colocam a média no cardápio o preço acaba sendo semelhante ao da grande, o que leva as pessoas a optaram pela de tamanho maior. Aliás, o mesmo ocorre muitas vezes com a pizza pequena, que não possui preço proporcional à pizza grande. Em termos comerciais, o tempo gasto para fazer os três tamanhos de pizza é praticamente o mesmo, assim como o serviço do garçom.

Por esse motivo, muitas pessoas acabam optando por uma pizza maior e quando percebem já consumiram oito pedaços sem se dar conta, o que ocorre com uma frequência ainda maior nas casas em que o garçom passa a todo instante oferecendo mais um pedaço.

Em geral, uma pizza pequena seria equivalente a quatro pedaços, a pizza média a 6 fatias e a pizza grande a 8 fatias. O tamanho de cada fatia pode variar com o diâmetro do disco e a espessura da massa, por isso as calorias da pizza podem variar entre os estabelecimentos, ainda que o tipo de pizza seja o mesmo.

Para quem está de olho na balança, uma porção com dois pedaços de pizza, ou o equivalente a 500 calorias, está de bom tamanho para quem está fazendo dieta mas não quer deixar de comer seu prato favorito. É claro que esse número pode ser maior ou menor de acordo com seus objetivos e seu gasto energético ao longo do dia (homens costumam ter um gasto energético maior), mas duas fatias de pizza de escarola ou atum feitas com farinha de trigo integral são uma boa pedida para manter uma alimentação saudável e não engordar.

Tipos de pizza

Somente na cidade de São Paulo, são consumidas todos os meses 43 milhões de pizza, em um total de mais de 230 sabores. Além das tradicionais pizzas de mussarela, portuguesa, calabresa e marguerita, existem as variedades mais exóticas, com os mais diferentes recheios.

São versões com estrogonofe, frango assado, cachorro quente, sushi, caranguejo, churrasco, entre outros sabores que podem tornar a pizza bastante calórica. Como regra geral, quanto maior a quantidade de ingredientes (sobretudo queijo), maior será o total de calorias da pizza.

Veja os tipos de pizza mais consumidos e as calorias de cada um deles:

– Calorias da Pizza de Mussarela

Mais consumida e talvez a mais simples das pizzas, a pizza de mussarela leva em sua receita tradicional somente molho de tomate e queijo. Uma fatia de pizza de mussarela tem 280 kcal, valor que pode ser maior ou menor dependendo da espessura da massa e da quantidade de queijo na cobertura.

Se acrescentarmos bacon à pizza de mussarela, as calorias passam de 280 para 463 kcal por fatia de tamanho médio. Já a pizza de mussarela com palmito contém 284 calorias por fatia, sendo uma boa opção para quem gosta de mussarela e não quer atrapalhar a dieta, já que o palmito é nutritivo e rico em fibras.

– Calorias da Pizza Marguerita

Inventada há mais de 100 anos na Itália como uma homenagem à rainha Margherita di Savoia, seus ingredientes fazem uma referência às cores da bandeira italiana: a mussarela de búfala representando o branco, o tomate o vermelho e por fim o manjericão lembrando o verde.

Uma fatia de pizza marguerita fornece, aproximadamente, 252 calorias.

– Calorias da Pizza de Calabresa

Recheada com fatias de cebola e linguiça calabresa, cada fatia da pizza contém 370 calorias, número que sobe para 415 se houver o acréscimo de queijo mussarela.

– Calorias da Pizza Portuguesa

Com ovo, presunto, queijo, azeitonas, cebola e azeite, a pizza portuguesa (que foi inventada no Brasil e por sinal não existe em Portugal) tem generosas 450 calorias por fatia de tamanho médio.

– Calorias da Pizza de Atum

Se não levar queijo no recheio, a pizza de atum é uma das opções menos calóricas e também a mais saudável do cardápio: são 205 calorias por pedaço de tamanho médio.

– Calorias da Pizza Quatro Queijos

Se um queijo já é calórico, imagine quatro, não é mesmo? O problema com a pizza quatro queijos é que, além de calórica, seu sabor é intenso e raramente as pessoas comem somente um pedaço. Com 420 calorias por fatia, a pizza quatro queijos é rica em gordura saturada e seu consumo deve ser feito com uma dose extra de atenção, sobretudo por quem está fazendo dieta.

– Calorias da Pizza de Escarola

Essa não chega a ser exatamente a pizza mais pedida do cardápio, mas deveria: além de nutritiva, é rica em fibras e traz saciedade com uma quantidade menor de calorias. São apenas 220 por pedaço, ou um pouco mais da metade das calorias da pizza quatro queijos.

– Calorias da Pizza de Frango com Catupiry

Embora o nome catupiry esteja associado ao tradicional requeijão mineiro, a verdade é que atualmente o nome vem sendo utilizado para designar qualquer requeijão feito com amido de milho, que é rico em gordura e carboidratos.

São 450 calorias em cada fatia de pizza de frango com catupiry, valor esse que pode variar de acordo com o tipo e a quantidade de “requeijão” na cobertura.

– Calorias da Pizza de Rúcula com Tomate Seco

De receita tradicionalmente italiana, essa variedade de pizza tinha tudo para ser saudável e pouco calórica, se não fosse pelo tomate seco, que joga a quantidade de calorias lá para o alto: são 340 por fatia, valor que poderia ser até 30% menor sem o tomate em conserva.

– Calorias da Pizza de Lombo Canadense

A pizza de lombo canadense com catupiry, cebola e azeitonas contém 320 kcal por fatia, o que a torna uma das pizzas com queijo menos calóricas (mas não necessariamente das mais saudáveis, já que o lombinho é um embutido, e como tal é rico em gorduras saturadas e sódio, dois dos maiores inimigos de quem quer emagrecer comendo pizza).

– Calorias da Pizza Doce

Tudo começou com a Califórnia, a pizza doce que leva frutas frescas e leite condensado, e que fornece 320 calorias por pedaço. E eis que aqui estamos hoje com pizzas doces de brigadeiro, doce de leite, beijinho, goiabada, e até de M & M’s. A quantidade de calorias de cada uma varia de acordo com a quantidade de recheio, mas em média todas que levam mussarela têm acima de 300 kcal por fatia de tamanho médio.

Se você não consegue ficar sem a pizza doce da sobremesa, a dica é diminuir a quantidade de pizza salgada e comer somente uma fatia pequena de sabor doce após a refeição.

Dicas

Para continuar comendo pizza sem prejudicar a dieta, siga as dicas abaixo:

Na maioria das vezes, o que determina o número de calorias da pizza é a quantidade de queijo utilizado no recheio. Agora que você já sabe disso, na próxima vez que estiver assando pizza em casa ou estiver na pizzaria, dê preferência à mussarela de búfala ou ao queijo branco, que são menos calóricos, e evite combinar quatro tipos de queijo ao mesmo tempo;

Rodízio de pizzas e dieta são duas palavras que não deveriam estar na mesma frase. Se você está tentando emagrecer, fuja das tentações e peça a pizza à la carte, limitando-se a no máximo dois pedaços por refeição;

Para diminuir as calorias da pizza, utilize no máximo dois ingredientes na cobertura, e preferencialmente aqueles com menos calorias, como atum, queijo branco, ricota, escarola, berinjela e rúcula, por exemplo;

Prefira as pizzas de massa fina, e caso esteja preparando a pizza em casa, troque a farinha branca pela versão integral;

Embora o azeite seja um alimento muito saudável, evite espalhá-lo por cima da pizza se o seu intuito for perder peso;(nota da vesúvio: pingue gotas em lugares específicos da Pizza)

Uma ótima dica para diminuir as calorias da pizza é substituir o queijo pelo tofu, o “queijo de soja”. Menos calórico, o tofu pode até substituir o catupiry, bastando apenas batê-lo no liquidificador com um pouco de azeite.”

Fonte: Mundo Boa Forma